Histórico

maio 19, 2009

A Acapra foi fundada em 12 de setembro de 1981 com o objetivo de divulgar e combater a farra do boi, praticada freqüentemente no litoral catarinense. Na Grande Florianópolis registra-se focos da farra do boi em Ingleses, Pântano do Sul e Rio Vermelho. Desde então, vem ganhando espaço e parcerias na luta pela proteção aos animais e ao meio ambiente.

Há 15 anos começou a prática de abandono desenfreado de animais em Florianópolis. A cidade tinha cerca de 3.000 a 11.000 animais abandonados. Uma das vitórias da Acapra foi a emissão da Lei nº 094/2001, que garantia o direito a proteção dos animais e seu controle populacional. Também abrangia o combate a zoonoses.
A criação da Coordenadoria de Proteção animal, com o obejtivo de realizar castração em massa nos animais abandonados para evitar o procriamento desacerbado desses animais.

A ONG busca parcerias com prefeituras, entidades privadas e voluntários. Atualmente, a Acapra faz campanhas de doação de animais, de arrecadação de alimentos, castração e a importâncias destes.

Dados técnicos:

ACAPRA (Associação Catarinense de Proteção aos Animais)
Data de fundação: 18/09/1981 em Florianópolis: Entidade sem fins lucrativos.
CNPJ/MF: 7965533810001-31
Tomada de utilidade pública
Estadual: Lei nº 6.235 de 16 de maio de 1983
Municipal: Lei nº 5.598 de 1999
Dirigente Atual: Heliete Marly Filomeno Leal

Principais atividades desenvolvidas:

Elaboração e Implantação do programa: “Controle da População de Animais Domésticos” (cães e gatos) na Região Metropolitana de Florianópolis.
Estabelecimento de Parcerias com as Prefeituras Municipais.
Elaboração e implantação do programa educativo “Adoção, Posse responsável e Preservação da Fauna e da Flora”.
Implantação de programa emergencial de assitência e aplicação de anticoncepcional nos animais de rua de Florianópolis;
Assistência Técnica aos vereadores para elaboração de projetos de Lei relativos aos animais;

Filiada a
:

WSPA (World Society for the protection of animals, Londres);
Animal people (USA);
Forum permanente de entidades de Proteção Animal (SP);
FEC (Federação de Entidades Ecológicas Catarinenses, SC);
ECO SUL/SC;
Grupo Nacional de Voluntários em Ação.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: